News

Home :: News
GAI

GAI

domingo, 05 novembro 2017 09:14

4º Concurso de Ideias de Negócio do Projeto Ribatejo Empreende

A NERSANT - Associação Empresarial da Região de Santarém, já tem inscrições abertas para o último concurso de ideias de negócio no âmbito do projeto Ribatejo Empreende. O objetivo da iniciativa é atrair novas ideias de negócio e sediá-las no Ribatejo. Há prémios monetários para as 3 melhores ideias de negócio.

Desta vez, o Ribatejo Empreende desafia os empreendedores a submeter ideias de negócio nas áreas de "Agricultura, Agroindústria, Alimentação e Floresta", "Património, Indústrias Culturais e Criativas e Turismo", "Energia e Mobilidade Inteligente e Tecnologias ao serviço da Qualidade de Vida", "Soluções Industriais Sustentáveis" e "Tecnologias e Serviços Especializados da Economia Social".

Podem concorrer a este concurso todas as pessoas individuais residentes em Portugal, possuidoras de uma ideia de negócio numa das áreas temáticas indicadas e que pretendam transformá-la numa nova iniciativa empresarial, sedeando-a nas NUTs III da Lezíria do Tejo ou do Médio Tejo.

No âmbito deste Concurso são atribuídos prémios às três ideias melhor classificadas. Os prémios para cada um dos vencedores são a pré-incubação física para desenvolvimento do projeto, em sistema de co-working reservado na Startup Santarém, a incubação física aquando do início de atividade, igualmente em sistema de co-working, bem como prémios monetários. O 1.º classificado receberá 5.000 euros, o 2.º, 3.000, e o 3.º, 1.000 euros.

Inscrições estão abertas até ao dia 13 de dezembro, devendo os interessados submeter a sua ideia no portal do Sítio do Empreendedor.

[+] Informação

segunda, 04 dezembro 2017 09:13

LOGO PDR 2020aproder 

Foram publicados três novos avisos de abertura de candidaturas ao PDR 2020 da APRODER - ASSOCIAÇÃO PARA A PROMOÇÃO DO DESENVOLVIMENTO RURAL DO RIBATEJO relativos a:

10.2.1.1 - Regime simplificado de pequenos investimentos nas explorações agrícolas

Apoio a pequenos investimentos nas explorações agrícolas até um máximo de 25 000 € de investimento, incluindo apoio a equipamentos de prevenção contra roubos. (A Portaria n.º 152/2016 aumenta o valor máximo de investimento para 40.000€)
Aberto de 2017-11-30 09:00:00 a 2018-01-30 17:29:59
Nº anúncio: 002/APRODER/10211/2017

Descarregar Anúncio (5.44 MB)

10.2.1.4 - Cadeias curtas e mercados locais

Criação de circuitos curtos / cadeias curtas de distribuição / comercialização de proximidade de produtos agrícolas e transformados incluindo os abrangidos por regimes formais de diferenciação referentes a áreas de proteção da natureza.
Aberto de 2017-11-30 09:00:00 a 2018-01-30 17:29:59
Nº anúncio: 002/APRODER/10214/2017

Descarregar Anúncio (4.91 MB)

10.2.1.5 - Promoção de produtos de qualidade locais

Promoção de produtos de qualidade certificada e produtos locais, incluindo os abrangidos por regimes formais de diferenciação referentes a áreas de proteção da natureza.
Aberto de 2017-11-30 09:00:00 a 2018-01-30 17:29:59
Nº anúncio: 002/APRODER/10215/2017

Descarregar Anúncio (4.6 MB)

sexta, 24 novembro 2017 09:11

Candidaturas abertas para Reabilitação e Revitalização Urbanas no Município de Santarém

Estão abertas as candidaturas ao financiamento de projetos no âmbito do IFRRU 2020 – Instrumento Financeiro para a Reabilitação e Revitalização Urbanas, que visa o financiamento de operações de reabilitação urbana incidentes nas Áreas de Reabilitação Urbana (ARU) delimitadas pelo Município.

Os interessados poderão aceder a empréstimos com condições mais vantajosas face às atualmente existentes no mercado para a reabilitação integral de edifícios destinados a habitação ou a outras atividades, incluindo as soluções integradas de eficiência energética mais adequadas no âmbito da reabilitação.

As candidaturas podem ser apresentadas junto dos quatro bancos selecionados para atuar no âmbito do IFRRU 2020: o Santander Totta, o Banco Português de Investimento (BPI), o Millennium BCP e o Banco Popular Portugal.

A formalização de candidaturas é simples e faz-se em três passos:

1. Emissão de parecer, pelo Município, de enquadramento do projeto do edifício em ARU, condição de acesso ao instrumento financeiro.
2. Para melhorar e aumentar a eficiência energética do imóvel a reabilitar, será necessário a Certificação Energética do edifício por um perito qualificado. 
3. O pedido de empréstimo será solicitado num balcão da rede comercial de qualquer um dos bancos selecionados.

[+] Informação

sexta, 24 novembro 2017 09:10

II Fórum da Inovação e Empreendedorismo

DIA DA INOVAÇÃO
29 novembro
• WORKSHOP

[+] informação

»»Inscrição

11:00 Inovação e Sustentabilidade
• SEMINÁRIO
16:30 Industria 4.0 - Os Desafios e as Oportunidades

[+] informação

»»Inscrição


DIA DO EMPREENDEDORISMO
30 novembro
• SESSÃO
14:00 Sessão Final Projeto Empreende

[+] informação

»»Inscrição

A NERSANT - Associação Empresarial da Região de Santarém, volta a destacar a inovação e o empreendedorismo da região, através da realização do II Fórum Inovação e do Empreendedorismo, que vai ter lugar em Santarém, nos dias 29 e 30 de novembro.

No primeiro dia do evento, de participação gratuita, o Fórum propõe aos visitantes um brokerage tecnológico, uma sessão sobre Indústria 4.0 e uma outra sobre Inovação e Sustentabilidade.

Já no dia 30 terá lugar uma sessão de Fomento do Empreendedorismo, um Atelier de Criatividade, uma sessão de apresentação de 20 startups Made in Ribatejo e a cerimónia de encerramento do projeto Ribatejo Empreende, com entrega de certificados às novas empresas, que integra ainda um painel sobre Novas Formas de Financiamento para Startups.

Durante todo o evento, estará patente uma exposição do Ecossistema Empreendedor do Ribatejo, onde marcam presença as principais entidades que participam na dinamização do mesmo, uma galeria de 70 tecnologias e ainda uma exposição onde estarão apresentados mais de 170 empreendedores que iniciaram as suas atividades empresariais nos últimos 2 anos no Ribatejo.

Este evento, que fará de Santarém o centro do Empreendedorismo durante estes dois dias, será realizado ao abrigo do projeto Ribatejo Empreende, co-financiado pelo Compete 2020, e terá lugar na Startup Santarém e no Convento de São Francisco.

sexta, 24 novembro 2017 09:08

A Câmara de Santarém vai realizar uma hasta pública, no dia 6 de dezembro, às 10h00, no Salão Nobre dos Paços do Concelho, com vista à concessão do direito de exploração do Quiosque, situado na Avenida José Saramago, junto ao Tribunal, em Santarém.

O valor base de licitação para a concessão do espaço é de 150,00 euros/mês e os lances subsequentes são fixados em montante não inferior a 30,00 euros, correspondente a 20% do valor base de licitação.

O Caderno de Encargos está disponível para consulta na Divisão de Finanças – Secção de Património, de segunda a sexta-feira, das 9h00 às 12h30 e das 14h00 às 16h30, bem como no Portal do Município: O Caderno de Encargos está disponível para consulta na Divisão de Finanças – Secção de Património, de segunda a sexta-feira, das 9h00 às 12h30 e das 14h00 às 16h30, bem como no Portal do Município:

http://www.cm-santarem.pt/downloads/editais/2017/Hasta%20Publica%20-%20Quiosque.pdf

Os candidatos devem elaborar as propostas de acordo com as cláusulas dos pontos 9 e 10 do Caderno de Encargos, e entregá-las até dia 4 de dezembro de 2017. às 16h30, na Divisão de Finanças – Secção de Património, da Câmara de Santarém.

quinta, 09 novembro 2017 09:02

Contabilidade, Fiscalidade, Auditoria

quinta, 09 novembro 2017 08:57

Financiamento à reabilitação urbana alargado em 2018

« O Programa Casa Eficiente chega no primeiro trimestre de 2018, o Fundo Nacional para a Reabilitação do Edificado está quase concluído e o Programa Reabilitar para Arrendar poderá ser revisto.

Menos de uma semana após a abertura das candidaturas ao Instrumento Financeiro para a Reabilitação e Revitalização Urbanas – IFRRU 2020, um dos programas e financiamento à reabilitação urbana com maior dotação financeira, a secretária de Estado para a Habitação, Ana Pinho, reafirmou o empenho do Governo na  promoção da reabilitação urbana e anunciou que o Programa Casa Eficiente “está a ser ultimado e será aberto ao público no início de 2018”. Trata-se de uma linha de financiamento na ordem dos 200 milhões de euros, aberta a todos os proprietários, e cujo objetivo é a melhoria dos imóveis numa perspetiva de eficiência energética, através de intervenções nas fachadas, coberturas e caixilharias dos edifícios, ou da instalação de equipamentos mais eficientes, tais como painéis solares térmicos.

A secretária de Estado da Habitação, que falava durante as Jornadas ‘Reabilitação Urbana Inteligente e Sustentável’, promovidas pela Associação dos Industriais da Construção Civil e Obras Públicas – AICCOPN, no Porto, disse ser “urgente alavancar o investimento público e privado” e reconheceu que “subsistem dificuldades no acesso ao financiamento junto da banca”, razão pela qual aponta os novos instrumentos de financiamento como “verdadeiras oportunidades”.

Além do IFRRU 2020 e do Programa Casa Eficiente, “o Governo está a trabalhar no Fundo Nacional para Reabilitação do Edificado (FNRE), cujo regulamento já foi aprovado pela Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM)”. O FNRE revestirá a forma de um fundo especial de investimento imobiliário “orientado para
o desenvolvimento e a concretização de projetos de reabilitação de imóveis do domínio privado do Estado, posteriormente afetos ao mercado de arrendamento habitacional a preços acessíveis”, explicou Ana Pinho.

Em curso, contou a secretária de Estado da Habitação, está também um estudo sobre o programa Reabilitar para Arrendar, “repensado de maneira a ser complementar e não concorrente com o IFRRU 2020”. Dentro de um ano, o Governo prevê apresentar o projeto ‘Reabilitar como Regra’ que tem por objetivo a  revisão do enquadramento legal da construção. “A lei esteve sempre orientada para a construção nova, num passado mais recente surgiram regimes excecionais e transitórios, neste momento é necessário um quadro regulamentar adequado às exigências e especificidades da reabilitação de edifícios”, disse Ana Pinho.

Durante a sua intervenção destacou ainda que “a qualificação do setor da construção é fundamental”, acrescentando que “é o único caminho para que o setor conquiste o centro da estima pública”. Palavras que foram bem acolhidas por Manuel Reis Campos, presidente da AICCOPN, que reafirmou o empenho da associação na qualificação e certificação dos seus profissionais. “Há uma nova orientação política e que é positiva”, reconheceu Manuel Reis Campos, para quem “ainda há muito a fazer”. “O imobiliário é mais do que uma fonte de receita”, disse, assinalando o aumento dos impostos sobre o património, destacando a criação do Adicional ao Imposto Municipal sobre Imóveis (AIMI) e relembrando, também, o impasse que paira sobre o programa dos Vistos Gold. »

FERNANDA CERQUEIRA - www.imobiliario.publico.pt

8 de novembro 2017

http://static.publico.pt/homepage/includes/imobiliario/imob/imobiliario.pdf

terça, 07 novembro 2017 08:56

II Fórum da Inovação e Empreendedorismo

A NERSANT - Associação Empresarial da Região de Santarém, volta a destacar a inovação e o empreendedorismo da região, através da realização do II Fórum da Inovação e do Empreendedorismo, que vai ter lugar em Santarém, nos dias 29 e 30 de novembro.

No primeiro dia do evento, de participação gratuita, o Fórum propõe aos visitantes um brokerage tecnológico, uma sessão sobre Indústria 4.0 e uma outra sobre Inovação e Sustentabilidade.

Já no dia 30 terá lugar uma sessão de Fomento do Empreendedorismo, um Atelier de Criatividade, uma sessão de apresentação de 20 startups Made in Ribatejo e a cerimónia de encerramento do projeto Ribatejo Empreende, com entrega de certificados às novas empresas, que integra ainda um painel sobre Novas Formas de Financiamento para Startups.

Durante todo o evento, estará patente uma exposição do Ecossistema Empreendedor do Ribatejo, onde marcam presença as principais entidades que participam na dinamização do mesmo, uma galeria de 70 tecnologias e ainda uma exposição onde estarão apresentados mais de 170 empreendedores que iniciaram as suas atividades empresariais nos últimos 2 anos no Ribatejo.

Este evento, que fará de Santarém o centro do Empreendedorismo durante estes dois dias, será realizado ao abrigo do projeto Ribatejo Empreende, co-financiado pelo Compete 2020, e terá lugar na Startup Santarém e no Convento de São Francisco

segunda, 06 novembro 2017 08:55

INVESTIMENTO E APOIO ÀS EMPRESAS - Sessão de Apresentação

A NERSANT e o CRÉDITO AGRÍCOLA convidam as empresas da região a participar numa sessão, com uma duração aproximada de 1hora, onde serão apresentadas as mais valias de um conjunto de projetos de apoio ao desenvolvimento das empresas da região.

Na sessão agenda para dia 8 de novembro, em Santarém, serão apresentadas as mais valias de cada projeto e o apoio que a NERSANT pode disponibilizar a cada empresa.

PPEC Ribatejo
Promoção da Eficiência no Consumo de Energia Elétrica, com base na instalação de equipamento com um nível de eficiência superior para o aquecimento de águas através de bombas de calor e para a instalação de sistemas de iluminação eficiente, nomeadamente, novas lâmpadas de alto rendimento. Este projeto é financiado a 80%;

•MOVE - Formação Ação
Tem como objetivo intensificar a formação de empresários e gestores para a reorganização e melhoria das capacidades de gestão e Proporcionar formação aos trabalhadores devidamente enquadrada na estratégia e necessidades da empresa. Projeto financiado a 90%;

•Melhor Turismo Formação Ação
Tem como objetivo aumentar a capacidade de gestão das empresas participantes do sector do turismo, bem como promover a reorganização, a inovação e a mudança e a qualificação dos seus recursos humanos em domínios relevantes. Projeto financiado a 90%;

•Protocolo Caixa de Crédito Agrícola
Acesso a condições preferenciais de produtos e serviços bancários, através de linhas de crédito para: apoiar processos de empreendedorismo / criação de novas empresas, apoio à tesouraria das empresas, apoiar investimentos em eficiência energética, a reindustrialização e apoio social.

Data
08 de Novembro de 2017
17:00h às 18:00h

 

Local
Santarém
CIES - Startup Santarém
 
Inscrição gratuita «AQUI»
segunda, 06 novembro 2017 08:50

STR cidade

Estão abertas as candidaturas ao financiamento de projetos no âmbito do IFRRU 2020 - Instrumento Financeiro para a Reabilitação e Revitalização Urbanas.

O IFRRU 2020, que atua em todo o território nacional, é um instrumento financeiro criado no âmbito do Portugal 2020, cujo objetivo é o financiamento de operações de reabilitação urbana incidentes nas Áreas de Reabilitação Urbana (ARU) delimitadas pelos Municípios.
Os apoios correspondem a empréstimos com condições mais vantajosas para os promotores face às atualmente existentes no mercado, para a reabilitação integral de edifícios, destinados a habitação ou a outras atividades, incluindo as soluções integradas de eficiência energética mais adequadas no âmbito da reabilitação, com um investimento total, por operação, até 20 milhões de euros.
Estes empréstimos estão disponíveis em todas as regiões, não sendo apenas dirigidas aos maiores centros urbanos do país, e para todo o tipo de beneficiários, sejam pessoas singulares ou coletivas, públicas ou privadas.
Para os projetos que não disponham de garantia bastante, o IFRRU 2020 disponibiliza ainda, alternativamente, uma garantia através do Sistema Português de Garantia Mútua, esta apenas acessível a empresas.
O IFRRU 2020 disponibiliza a todos os investidores 1.400 milhões de euros para investimento na reabilitação urbana, contando com financiamento de fundos da União Europeia.
As candidaturas podem ser apresentadas junto dos quatro bancos selecionados através de concurso público internacional, com prévia qualificação, para atuar no âmbito do IFRRU 2020: o Santander Totta, o Banco Português de Investimento (BPI), o Millennium BCP e o Banco Popular Portugal.
A entidade responsável pela gestão das garantias é a Sociedade Portuguesa de Contragarantia Mútua (SPGM), que gere o Fundo Português de Contragarantia Mútua.
No âmbito do IFRRU 2020, os pedidos de financiamento são apresentados no momento que o investidor considera mais oportuno para o seu investimento, não havendo, em cada ano, fases pré-determinadas para a apresentação e decisão sobre as candidaturas, nem limites ao número de pedidos de financiamento.
A formalização de candidaturas é simples e faz-se em três passos:
1. Cada Município terá um interlocutor IFRRU 2020, que emitirá o parecer de enquadramento do seu projeto e o apoiará no processo de licenciamento.
2. Para permitir a escolha das melhores soluções para aumentar a eficiência energética do imóvel a reabilitar, um perito qualificado realizará a Certificação Energética.
3. O pedido de empréstimo é realizado num balcão da rede comercial de qualquer um dos Bancos selecionados.
Informação detalhada sobre como preparar o pedido de financiamento está disponível na página IFRRU do portal da Habitação.

[+] INFORMAÇÃO

quinta, 26 outubro 2017 09:49

100M

« "O Ribatejo" volta a publicar o estudo atualizado das «100 Maiores e Melhores Empresas do Distrito de Santarém». Um trabalho que é já uma referência do jornal “Ribatejo”, e que volta a tomar o pulso à economia regional, numa leitura exaustiva aos números das empresas alcançados no ano de 2016 que preenchem os vários indicadores económicos.

O trabalho incontornável de análise especializada ao registo das nossas empresas, pela consultoria IF4-Processamento de Informações Lda., é enriquecido com a colaboração especializada de técnicos da NERSANT, que o jornal publica anualmente.

O volume de negócios, no conjunto das empresas constantes da listagem, foi em 2016 da ordem dos 4,8 mil milhões de euros. Já o valor das exportações, no conjunto das empresas exportadoras constantes desta lista, ultrapassa os 900 mil euros, o que representa cerca 20% do volume total de negócios. Acrescente-se ainda que esta centena de empresas emprega, por junto, perto de 16 mil trabalhadores. »

Deixamos aqui, de forma resumida, a posição das empresas do concelho no ranking das "As 100 Maiores e Melhores Empresas do Distrito de Santarém", bem como da sua posição relativa nos vários critérios de avaliação. 

100M TAB 

quinta, 26 outubro 2017 09:48

REGIÃO DE SANTARÉM QUER POTENCIAR E QUALIFICAR TURISMO

« Numa altura em o turismo é um dos setores que mais tem crescido a nível nacional, a região de Santarém está também focada em potenciar e qualificar esta área

Em linha com a visão nacional do turismo “como atividade económica estratégica para o desenvolvimento económico e social do país”, a região de Santarém quer apostar na qualificação e elevação desta atividade. A NERSANT, entidade empresarial da região, tem, para tal, em marcha o programa “Melhor Turismo 2020”, que visa qualificar as empresas deste setor no Ribatejo. O projeto, que permite aceder a formação e consultoria com financiamento de 90%, tem já cerca de 40 entidades participantes, com vista à modernização dos modelos de negócio, melhoria da organização e práticas de gestão. O objetivo é “diversificar a oferta e contribuir para a formação do país como destino turístico de referência”, refere a entidade. A qualificação do capital humano é precisamente um dos temas a debate no encontro “Viver o Tejo”, agendado para dia 15 novembro (Torres Novas), com as empresas da região que atuam nesta área para analisar e refletir sobre o mercado do turismo no Ribatejo e o que pode ser a intervenção futura das Associações Empresariais, do Setor Público e outras entidades ligadas ao setor. Do encontro deverá resultar um “documento com as expectativas do setor para o seu desenvolvimento, bem como a intervenção futura para potenciar o turismo na região do Ribatejo”, diz a Nersant.

A potenciação da procura turística na região e a análise estratégica deste mercado são também temas centrais no encontro, bem como as áreas específicas da restauração/gastronomia, hotelaria, turismo de habitação e turismo rural, além da animação turística. Esta última área é, aliás, já objeto de uma iniciativa promovida pela Entidade Regional de Turismo do Alentejo e Ribatejo, através do programa “Alentejo/Ribatejo 365”, que será lançado em novembro. A iniciativa pretende apoiar financeiramente a promoção externa da animação turística das duas regiões e “vai servir para ajudar a fi xar mais e melhores turistas”, disse à Lusa, António Ceia da Silva, presidente daquela entidade.

 STR cidade

O concellho de Santarém registou um aumento das unidades de alojamento turístico desde 2014, passando de 15 para 37

Turismo residencial anima

Além do turismo de curta duração – seja cultural, gastronómico, religioso, de lazer ou negócios -, também o turismo residencial pode ser uma via a potenciar, a julgar pela crescente dinâmica da compra de segunda habitação na região. “É um mercado que mexe cada vez mais”, diz ao Público Imobiliário, Marco Santiago, Diretor Comercial da EasyGest para o distrito de Santarém. “É algo que se nota com a procura de estrangeiros, que tem crescido”, mas também com os portugueses. “Há cada vez mais pessoas que procuram a região para ter uma casa de fim de semana que lhes permita descansar e desacelerar da vida da cidade”, diz o mediador, revelando que “as preferências recaem sobre a compra de casas que as pessoas possam remodelar à sua maneira”. Também Carlos Nunes, Responsável de Vendas – Retalho Sul da Direção de Negócio Imobiliário do Millennium bcp, destaca “a localização privilegiada de proximidade do distrito em relação a Lisboa”, o que é capitalizado quer para primeira habitação quer para investimento em segunda habitação. “Com as atuais acessibilidades rodoviárias conseguimos deslocar-nos de Santarém a Lisboa em cerca de 45 minutos. Também as praias da Costa de Prata estão próximas, o que oferece ao Distrito um rótulo de destino de Verão, para além de todos os atrativos que já tem nas áreas de enoturismo ou de turismo rural, por exemplo”, termina Carlos Nunes. »
Ana Tavares www.imobiliario.publico.pt

Contactos

  •  gai@cm-santarem.pt
  •  +351 243 304 601